Legalização e Burocracia para abrir empresa

A maior burocracia para abrir uma loja no exterior, é o conhecimento. É organico que um brasileiro não compreenda todo o movimento das leis de outros países. Então, o ideal é procurar companhia de tradução e um jurista universal especializado, que deve ser brasileiro ou não. Da mesma forma o empresário saiba o linguagem do país onde pretende investir, poucos termos exclusivos de legislação podem dificultar a compreensão.

abrir-uma-empresa-no-exterior

Nos Estados Unidos e em número reduzido de países da Europa, considerados desenvolvidos, já é provável fazer toda a secção de legalização da empresa pela internet e isso deixa os preços acessíveis. O Brasil conta com o sistema do Fácil Pátrio, que facilitou bastante, porém, alguns países deixam conseguir a legalização unicamente preenchendo o cadastro conectado.

Vale considerar que vai ter em qualquer lugar do planeta, a inspeção do sítio para examinar o cumprimento de normas de segurança, as exigências do Corpo de Bombeiros ou da Vigilância Sanitária. Se empresa for de fertilizantes, por ex, vai ter visitante de órgãos ligados ao meio.

Nos Estados Unidos não há uma lei característica de pagamento sobre pagamentos e melhoras aos funcionários, embora sejam exigidos. A negociação é feita de forma direta com o contratado. A legislação do país irá cobrar aquilo que está no contrato e que, desta maneira, deve levar em conta as leis vigentes. Aliás, as taxas de encargos e impostos são quase inexistentes devido do incentivo fiscal.

Passos e dicas para penetrar companhia no exterior

  • Contrate companhia de tradução que ofereça um jurisconsulto versado em Recta Universal ou contrate o profissional do país de seu interesse.
  • Registre sua empresa em todos e cada um dos órgãos exigidos pelo país.
  • Se já tem companhia no Brasil, poderá utilizar o mesmo nome no exterior, porém tome zelo com a eminência do tamanho da empresa. Com o incremento, poderá ter que saldar mais impostos nos 2 países. Se não possuir empresa no Brasil, escolha um nome.
  • Estude a legislação especial para o ramo de atividade e se adeque às exigências.
  • Espere a vista dos órgãos responsáveis e aguarde a liberação.
  • Logo que for liberado o andamento, vai estar de forma livre para o trabalho.
  • Anote todas e cada uma das exigências posteriores.
  • Se por contingência a teoria for perfurar companhia em um país da América do Sul, será bastante mas simples regularizar a situação de imigração. Poderá levar até 90 dias para o deferimento, porém a brecha da empresa será simplificada e não leva mas do que 20 dias. No Paraguai, por ex, é preciso ter cédula de identidade e ela só deve ser solicitada com o documento de imigração em mãos.
  • Independente do país que selecionar o forçoso é saber a legislação para facilitar todo o processo de franqueza e, assim sendo, o desempenho da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *