Os diferenciais do Renault Kwid Intense

Fique por dentro das principais características do Kwid Intense para descobrir se ele se enquadra as suas necessidades.

Desde o lançamento da primeira versão, o Renault Kwid Intense vem se mostrando um carro compacto diferenciado com boas condições de satisfazer os consumidores por um preço mais acessível. Mesmo para quem busca um modelo usado fácil de revenda, o Kwid aparece como uma boa opção, dinâmica e bem equipada.

Design simplificado

No mercado de subcompactos, o Renault Kwid Intense apresenta-se como um veículo capaz de agradar boa parte dos consumidores pelo seu design e beleza mas que se torna ideal para um casal ou pessoas solteiras com bastante economia e mobilidade dentro da cidade por se tratar de um modelo menor e com mais simplificações que o deixam mais barato e menos sofisticado.

Pode-se perceber isso em alguns detalhes que deixam o preço mais acessível mas que com o passar do tempo podem comprometer a comodidade dos motoristas mais experientes: rodas fixadas com três parafusos, limpador de para-brisa solitário, presença de três pontos no cinto de segurança não engloba para todos os passageiros, vidros elétricos (apenas nas portas dianteiras) não apresentam a função de “um toque”, que abre e fecha sem ter que ficar segurando o botão além da trava elétrica não libera sozinha quando o motor é desligado, sendo necessário que se acione o botão do console central.

Além disso, algumas avaliações mais apuradas da primeira versão do Renault Kwid dão conta de alguns detalhes que podem fazer a diferença nas versões mais simples como: baixa iluminação interna ausente no porta-luvas e no porta-malas, sistema de ajuste manual dos retrovisores, ausência de farol de neblina, maçanetas e para-choques na cor do veículo, além da falta de abertura elétrica do porta-malas.

Desta forma, como lembram alguns comparativos, o Kwid ganhou status de um SUV em miniatura conforme se pode observar pelos detalhe da grade dianteira quando ela se une aos faróis e valoriza a largura do carro.

Por outro lado, o Kwid Intense conseguiu proezas que poucos compactos alcançam num modelo de carro tão pequeno como porta-luvas capaz de acomodar uma bolsa feminina além do porta-objetos das portas e do console central de dimensões invejáveis. Ainda, mesmo com uma distância entre-eixos de medidas razoáveis, precisamos considerar que o veículo é muito estreito.

O impacto negativo disso reflete no manuseio da a alavanca de câmbio que pode incomodar a perna do motorista quando usada a segunda marcha ou a ré bem o incomodo da falta de ajuste de altura do banco e do volante para algumas pessoas durante a condução.

Desempenho

Relativizando os modelos com motor 1.0, destacamos a agilidade do hatch, mesmo que ele peça algumas reduções de marcha para se adequar as características do padrão.

Isso pode ser explicado pelo comando simples, como forma de reduzir o preço final do modelo e competir no ranking dos modelos mais econômicos. Quanto a direção elétrica, bem calibrada em baixas velocidades, fica evidente o quanto auxilia no bom desenvolvimento nas manobras bem como a quantidade de esforço e stress que o consumidor poupará. 

O consumo de combustível, revela , portanto uma das maiores facilidades a medida que ele foi desenvolve 14,5 km/L dentro da cidade na gasolina. Neste contexto, o tanque com capacidade de 38 litros, tema a função de se adequar a um modelo mais compacto otimizando a vida a rotina do consumidor.

O porta malas com 290 litros demonstra que não será possível carregar muitas malas e utensílios nas viagens. Resta descrever as dimensões que acompanham as configurações de um modelo menor com 3,68 metros de comprimento, 1,57 metros de largura e1,47 metros de altura. A distância entre-eixos deixa o interior mais confortável ao contabilizar 2,42 metros.

Além disso, o Renault Kwid é o único modelo popular vendido no Brasil a sair de fábrica com airbags laterais, abrindo outras possibilidades na projeção e produção da marca. 

Mais conforto na posição mais elevada de condução contando com cerca de 583 mm entre o assento do banco e o solo dando uma opção para que aqueles que gostam de manter uma postura mais correta e firme no volante. Sobre a relação peso/potência, esta apresenta-se mais útil e agradável que grande parte dos seus concorrentes diretos.

O sistema mecânico conservou-se padronizado para todas as configurações, o que nivela a procura e não cria grandes expectativas para as versões superiores. Assim, todas as versões contam em seu pacote com airbags laterais, além dos obrigatórios airbags dianteiros com dois isofix para prender cadeirinhas infantis.

Todas essas características impulsionam as vendas e auxiliam na publicidade do produto, minimizando possíveis desistências de compra na escolha do carro ficando o consumidor encarregado apenas de optar qual nível de equipamento ou de acabamento se deseja.

Vale lembrar que o processo de tomada de decisão sobre produtos de longa duração pode ser uma atitude difícil e complexa. O desafio se dá pelo fato de que, quanto mais opções e variedades termos na hora da compra, maiores as chances de não sabermos qual modelo levar.

Quer receber mais novidades e dicas sobre os modelos de carros mais bem colocados no mercado? Então siga as nossas redes sociais e acompanhe as nossas notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *