Benefícios que o Magnésio traz ao organismo

Ter Magnésio suficiente em ser organismo pode trazer benefícios únicos.

Mas, deixá-lo em falta pode acarretar em alguns problemas graves. Leia com atenção:

Inflamações

A inflamação é uma resposta normal do corpo que facilita a cura, mas pode ser prejudicial quando ocorre em excesso ou em momentos inadequados.

A inflamação crônica tem sido associada a condições como artrite, doenças cardíacas e diabetes. Os resultados dos estudos sugerem que os baixos níveis de magnésio estão associados a níveis mais elevados de inflamação.

Obter magnésio adequado é uma forma de diminuir a inflamação e ajudar a reduzir o risco de doenças crônicas.

Proteja a saúde do coração

O magnésio é necessário para o bom funcionamento do coração. Os níveis adequados de magnésio diminuem o risco de doenças cardíacas, ataque cardíaco e ritmos cardíacos perigosos (arritmia).

Em estudos, as pessoas que tinham os níveis mais elevados de magnésio no soro sanguíneo tinham menos probabilidade de sofrer morte cardíaca súbita do que aquelas que tinham os níveis mais baixos do mineral no soro sanguíneo.

O magnésio beneficia as paredes dos vasos sanguíneos relaxando-os, o que leva à redução da pressão arterial. Pode até ajudar a aumentar os níveis de colesterol HDL “bons”.

Enxaqueca

Os baixos níveis de magnésio estão ligados à liberação de substâncias químicas cerebrais (neurotransmissores) e à constrição dos vasos sanguíneos cerebrais que provocam enxaquecas.

Obter o magnésio adequado pode ajudar a reduzir a freqüência de enxaquecas debilitantes em uma média de pouco mais de 40%. Pergunte ao seu médico se tomar 400 a 500 miligramas de magnésio suplementar por dia é apropriado para você se você sofre de enxaquecas.

Prevenir a diabetes

O magnésio desempenha um papel importante no processamento de energia no corpo. Pessoas com baixos níveis do mineral têm maior probabilidade de sofrer de diabetes tipo 2 do que aquelas com níveis normais.

Pessoas com diabetes tipo 2 também perdem mais magnésio na urina, levando a mais problemas potenciais com o controle do açúcar no sangue. O magnésio auxilia a função da insulina, o hormônio que regula os níveis de açúcar no sangue.

Abasteça-se de nozes, verduras e outros alimentos ricos em magnésio para manter altos os níveis desse mineral no sangue.

Coma mais nozes e sementes

Nozes e sementes são boas fontes alimentares de magnésio. Uma onça de amêndoas ou cajus tem aproximadamente 80 miligramas de magnésio. Isso é cerca de 20% do valor diário recomendado para o mineral.

Um quarto de uma xícara de amendoim contém aproximadamente 63 miligramas de magnésio. As sementes também podem ajudá-lo a atingir suas metas diárias de ingestão de magnésio.

Sementes de abóbora, sementes de girassol e sementes de linho são ótimas opções para coberturas de salada.

Nozes e sementes também são ricas em antioxidantes, fibras e gorduras saudáveis que aumentam a saúde do coração e protegem contra doenças crônicas. Nozes e sementes ajudam a preencher as lacunas de nutrientes e prevenir a deficiência.

Encha-se de grãos inteiros

Ao comer grãos, certifique-se de que sejam grãos inteiros com alto teor de magnésio e fibras. Alimentos integrais contêm todas as três partes da semente do grão – o farelo, o germe e o endosperma.

A camada mais externa da semente, o farelo, contém antioxidantes, fibras e vitaminas B. O germe contém vitaminas B, proteínas, minerais e gorduras saudáveis.

Os grãos refinados são desprovidos de muitos nutrientes porque contêm apenas o endosperma amiláceo. Para maximizar a ingestão de magnésio e nutrientes, escolha grãos inteiros.

Encha-se de magnésio ao longo do dia. Para o café da manhã, coma dois grandes biscoitos de cereal de trigo ralado com 61 miligramas de magnésio. Para o almoço, coma um sanduíche com duas fatias de pão integral que tem 46 miligramas de magnésio.

No jantar, coma uma porção de 1/2 xícara de arroz integral, que fornece 42 miligramas do mineral. No café da manhã ou no lanche, um pacote de aveia instantânea serve 36 miligramas de magnésio.

Alcance os abacates saudáveis

O abacate é uma grande fonte de magnésio na dieta. Uma xícara de abacate em cubos contém 44 miligramas de magnésio. Eles também são ricos em potássio, fibra, ácido fólico e gorduras saudáveis.

Você pode desfrutar de abacates de manhã, ao meio-dia ou à noite. Espalhe abacate amassado ou fatiado sobre uma fatia de torrada de trigo integral no café da manhã. Adicione o abacate em cubos ou fatiado às saladas.

Amasse os abacates e adicione tomates e cebolas em cubos, coentro, limão, sal e pimenta para fazer um saboroso guacamole. O abacate é uma cobertura natural para os pratos mexicanos favoritos, como tacos e nachos.

Coma mais folhas verdes escuras

Se você tem deficiência de magnésio, coma mais espinafre, que é uma ótima fonte alimentar do mineral. Ele contém aproximadamente 150 miligramas de magnésio por xícara cozida.

Folhas verdes escuras, como espinafre, couve e couve também são ricas em cálcio, potássio e ferro. Além disso, eles contêm grandes quantidades de vitaminas A, C e K. Outros vegetais que são ricos em magnésio incluem edamame, batata, brócolis e cenoura.

Edamame tem 50 miligramas de magnésio por meia xícara. Apenas 3 1/2 onças de batatas contêm 43 miligramas do mineral. O brócolis tem 12 miligramas por meia xícara. Uma cenoura média tem 7 miligramas de magnésio.

Confie na soja

A soja é uma fonte rica em proteína vegetariana, mas também é uma boa fonte alimentar de magnésio. Uma xícara de leite de soja contém 61 miligramas de magnésio. O leite de soja fortificado também fornece uma boa dose de cálcio. Meia xícara de edamame contém 50 miligramas do mineral.

Você pode desfrutar de soja em muitas outras formas, incluindo tofu, tempeh (soja fermentada), missô, iogurte e sorvete de soja, hambúrgueres de soja e cachorros-quentes de soja. A soja contém fitoestrogênios, compostos vegetais que agem como estrogênios fracos no corpo.

Coma mais feijão

O feijão pode ajudá-lo a atingir suas metas diárias de ingestão de magnésio e evitar a deficiência de magnésio. Meia xícara de feijão preto contém 60 miligramas de magnésio.

Meia xícara de feijão (35 miligramas), feijão branco (67 miligramas), feijão-de-lima (50 miligramas), feijão branco (48 miligramas) e ervilha-de-vaca (46 miligramas) serve grandes doses do mineral.

Você pode adicionar feijão a sopas, ensopados e saladas. Faça molhos de feijão picantes. Os feijões são boas fontes de proteína e também são ricos em ferro, zinco e fibras.

Possuir todos os minerais que seu organismo necessita pode lhe ajudar na perda de peso. Uma das formas de potencializar essa perda é emagrecer com detox caps, um potente emagrecedor totalmente natural e saudável ao seu corpo!

E então, ficou alguma dúvida em relação ao conteúdo que trouxemos hoje?

Conte a nós, comente abaixo!

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *